Páginas

sexta-feira, 12 de abril de 2013

Uma festa assim eu não quero


Hoje (12/04) é o meu aniversário. Estou completando 37 anos. Recebi tantos recados no Facebook que nem pude responder a todos. Também atendi uns dois telefonemas (da mamãe e do vovô) que me deixaram felizes.

Diferente do que costumava ter nos anos de minha infância e adolescência, dessa vez não farei festa. Meu dinheiro não dá para usufruir de certos luxos de modo que apenas saí rapidamente com Núbia para tomarmos sorvete e ontem ela resolveu fazer um bolo de cenoura com cobertura de chocolate que acabou hoje pela manhã durante cerca de 12 horas apenas. Tava uma delícia!

Curiosamente, a Bíblia conta como foi a comemoração do níver de um poderoso rei. Herodes Antipas, filho do perverso Herodes, o Grande, reinava sobre a Galileia na época de Jesus de Nazaré e de João Batista. Este, tido como profeta pelo povo judeu, fora encarcerado pelo monarca quando passou a denunciá-lo devido à união adúltera com Herodias, esposa de seu irmão Felipe.

Na certa, o rei e sua amante sentiam-se bem incomodados com as corajosas denúncias de João. Herodes só não ousava matá-lo porque temia uma reação popular em defesa do seu profeta. Então Herodias arquitetou um terrível plano que incluiu a participação de sua filha adolescente:


"Festejando-se, porém, o dia natalício de Herodes, dançou a filha de Herodias diante dele, e agradou a Herodes.  Por isso prometeu, com juramento, dar-lhe tudo o que pedisse; E ela, instruída previamente por sua mãe, disse: Dá-me aqui, num prato, a cabeça de João o Batista. E o rei afligiu-se, mas, por causa do juramento, e dos que estavam à mesa com ele, ordenou que se lhe desse. E mandou degolar João no cárcere. E a sua cabeça foi trazida num prato, e dada à jovem, e ela a levou a sua mãe." (Mateus 14:6-11)

É muito triste esta narrativa, mas ela nos ensina sobre o quanto um homem pode perder o domínio de si quando se deixa seduzir pela depravação. Sendo rico e tendo o mundo aos seus pés, Herodes desconhecia limites. Não governava com o objetivo de promover o bem comum, mas pensava unicamente na satisfação dos próprios interesses. E, embora não considerasse conveniente assassinar João, foi capaz de dar um cheque em branco à filha de sua amante.

Lamentavelmente, essas são as festas que os governantes do mundo inteiro costumam dar nos seus atuais palácios. Não há necessidade de imitarem Sílvio Berlusconi. Pois, mesmo se reunindo a maneira aparentemente cristã, negociam o interesse de milhões de administrados pensando nos votos das próximas eleições, nas alianças políticas, nas obras em que desviarão o dinheiro da nação, nos apadrinhados que pretendem nomear, etc.

Confesso que, comendo o meu bolinho de cenoura com Núbia e recebendo telefonemas de parentes, sinto-me verdadeiramente em paz ao lembrar que completei mais um ano de vida sem estar prejudicando seriamente os outros e que posso deitar em paz a cabeça no travesseiro quando chega a hora de dormir. Não tenho a necessidade de ter muito para ser feliz. A Divina Graça em minha vida representam o maior bem que posso usufruir. Minhas necessidades materiais têm sido muito bem supridas. Bendito seja o Eterno, meu Criador e Provedor!

Caros amigos, quero antecipadamente agradecer a todos que estão me parabenizando nesta data, desejando um descanso semanal com bastante paz. Um abraço virtual bem forte!


OBS: A ilustração acima trata-se do quadro do pintor barroco flamengo Peter Paul Rubens (1577 - 1640) sobre o trágico aniversário de Herodes. Material extraído do acervo da Wikipédia em http://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:Peter_Paul_Rubens_018.jpg 

4 comentários:

  1. Você não é Herodes - o Grande, mas é Rodrigo - o Grande, ou como eu gosto de chamá-lo: Rodrigão.

    No seu dia magno, tenha uma noite muito feliz, junto a sua amada Núbia.

    E a coisa mais divina
    Que há no mundo
    É viver cada segundo
    Como nunca mais...


    (Vinícius de Moraes)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro Levi,

      Obrigado pela mensagem e pela estima!

      Tudo de bom para você e família.

      Abração.

      Excluir
  2. Te amo filhote!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pela lembrança, mãe.

      Perdeu a senha do Google?

      Beijos.

      Excluir